fundo parallax

Bendita Desilusão!

Homilia
28 de novembro de 2019
Psicologia Analítica
30 de novembro de 2019
Muitas vezes não nos atemos ao sentido e significado das palavras.
No caso dessa; DESILUSÃO o significado é bem claro; Des- Ilusão.
Algo que chega para nos tirar da Ilusão que é uma obnubilação, um embaçamento, uma ausência de lucidez, um empedimento;
I- lusão.
Nos iludimos todo o tempo, criando expectativas sobre eventos, pessoas, circunstâncias, acontecimentos que não dependem de nossa ação.
Dia desses descobri no jogo de xadrez uma perfeita analogia para os relacionamentos; só podemos mexer em nossas peças.
E quando nutrimos expectativas, muitas vezes, nos enganamos pensando que podemos interferir na vida do outro, do modo que nos satisfaça.
Ilusão!
Sonhamos!
Idealizamos!
Fantasiamos!
E a desilusão nos chega com toda sua carga de verdade, nos arrancando do torpor da fantasia e nos colocando no único lugar concreto onde podemos caminhar rumo ao que é de nosso livre arbítrio;
O Chão!
Não digo que sonhar seja algo nocivo ou negativo.
Mas o será se não juntarmos realidade e concretude a nossos sonhos.
Se nos deixarmos levar pelos "deverias", "poderias" que não constroem nada a não ser castelos de areia, sofreremos mais tarde o que evitamos hoje.
E mais vale buscarmos, enfrentarmos, vivermos a verdade, mesmo que esta esteja vestida de andrajos do que bailarmos com a ilusão, vestida de brilho de purpurina em tais castelos.
Mesmo porque, mais cedo ou mais tarde a verdade nos visitará.
Se imiscuirá em nossos lençois, rasgará nossos papéis, nossos scripts nos mostrando sua cara sem maquiagem, sem véus e sem máscaras.
Escancarando tudo aquilo de que fugimos.
Um dia chegará a Verdade com sua velha companheira;
A Desilusão.
Urge lidarmos com a vida em toda sua plenitude!
Urge descermos de nossos vôos de Ícaro!
Urge colocarmos nossos pés no chão e caminharmos o caminho possível!
Urge que paremos de nutrir a Ilusão!
E o fazemos quando queremos o resultado, sem o empenho necessário;
Queremos amor sem amar.
Saúde sem vida saudável.
Bons empregos sem disciplina.
Boas relações sem tolerância.
Paz sem ação.
Expectativas sem frustrações.
Ganhos sem perdas.
Dias de sol sem invernos.
Vida longa sem velhice.
Conquistas sem paciência.
Quando não queremos pagar o preço.
Queremos asas de borboleta sem estagiar no casulo.