fundo parallax

Basta!

Rolezinho
2 de dezembro de 2019
Orquestração
4 de dezembro de 2019
Ando cansada de ver mulheres cansadas.
Cansadas de jornadas insanas de 12 ou mais horas de trabalho, e ainda assim sob olhares ríspidos, hostis, acusadores, manipuladores...
De quem?
Muitas vezes até, de outras mulheres.
Por quê?
Ando cansada de ver mulheres com duplas, triplas jornadas.
Mulheres em frangalhos.
Vilipendiadas.
Humilhadas.
Destratadas.
Desvalorizadas.
Derrotadas.
Frustradas.
Impotentes.
Éramos vítimas de uma sociedade onde não tínhamos lugar.
Não éramos consideradas; não votávamos, não tínhamos alma, grito, força, poder...
Agora?
Bem, agora é igual.
E até quando iremos aguentar?
Pelo quê?
Até quando nos submeteremos, e por quê?
Será que não basta?
O que será preciso mais?
Por que não nos posicionamos?
O que mais tememos?
Acreditamos nos contos que nos contaram?
Acreditamos na inveja do pênis?
Até quando desvalorizaremos nosso útero?
Nós damos cria!!!!!! Damos vida!!!!!
Por que não lutamos pela relativização?
Continuaremos a nos mutilar, cortando fora seios, úteros, sonhos?
Para júbilo de quem?
Sugaram-nos a alma, e nós permitimos.
Cidadãs? Onde?
Temos direito ao voto.
Bom...Nem vou falar sobre isso hoje.
O Patriarcado nos deformou. Parecemos hominhos.
Uauhhhhh!!!!!! Puta conquista!
De vítimas a heroínas.
Do que nos ufanamos?
Carregar troféus não pesa?
Não tenho respostas. Só perguntas.
Que me inquietam. Me absorvem. Me desnorteiam.
Não sei mais o que dizer às meninas-mulheres que me procuram.
Só sei que Basta!