Miriam Salete - escritora e psicóloga

PSICÓLOGA


Miriam Salete

Psicóloga de orientação Junguiana, com especialização em psicossomática
e Educação Emocional.

Terapeuta holística, formada pelo MetaCenter com Luiz Antonio Gasparetto, iniciada em xamanismo, adepta da terapia breve através de técnicas
de Gestalt.

Practitioner de Florais de Bach, formada segundo as exigências do Instituto
Dr. Edward Bach do Brasil que tem vinculação direta com o Bach Centre da Inglaterra. São poucos os profissionais no Brasil que contam com tal registro,
é uma garantia de serviço sério.

O Practitioner não é um mero indicador de essências, mas um profissional capacitado para enxergar melhor o potencial adormecido do seu cliente. É alguém que através da empatia, da aceitação do outro e da autenticidade, procurará através dos Florais de Bach mostrar caminhos.

Cursou psiconeuroendocrinoimunologia na Argentina.

Escreveu 4 livros sobre a valorização do ser humano:

Desenvolveu vários projetos:


Psicologia Junguiana

A Psicologia de Jung diferencia-se da Psicanálise por ter em conta a libido de uma forma mais ampla
e abrangente, ou seja, a libido não está circunscrita apenas ao aspecto sexual.
Carl Gustav Jung, médico suiço, vivenciou tudo o que nos deixou como conceitos: os Arquétipos, os Complexos, a Individuação, a Sincroniciade, a Persona, Animus/Anima, o Self, o Inconsciente pessoal e a Sombra, e buscou registros do Inconsciente Coletivo.
Marcou sua Psicologia através da Análise com a consequente ampliação da questão do indivíduo, deixando sua marca de verdade em suas descobertas.
Jung pesquisou na Alquimia, na Mitologia, no cotidiano, nas suas vivências, e o que encontrou nos deixou como legado da Psicologia Analítica que nos conduz a uma adaptação às exigências culturais e coletivas sem que nos percamos de nós mesmos e de nossa essência nessa adaptação.
Através de sua Tipologia, nos permite ver um indivíduo diferente do outro, sem que tal diferença o diminua
ou o exalte.
Descreveu os tipos de maneira detalhada e cuidadosa para facilidade das relações humanas.


Psicossomática

A Psicossomática investiga como nos relacionamos com o sintoma, considerando os aspectos psíquicos como desencadeadores de aspectos patológicos, nos possibilitando investigar as causas de nosso mal-estar, prestando atenção à linguagem do corpo com um todo; o que cada doença está tentando comunicar, como o corpo nos revela o mal-estar da alma.
E nessa conversa com o sintoma podemos chegar a uma possibilidade de cura, que é o que nos traz consistência.
Jean Paul Sartre, e tantos outros não menos importantes, disseram-nos que não é o que a vida nos faz que nos causa dor, mas o que nós fazemos com o que a vida nos faz.


Educação Emocional

Howard Gardner nos libertou da escravidão do Q.I., nos mostrando que existem vários tipos de inteligências: linguística, musical, cinestésica, lógico-matemática, espacial, interpessoal e intrapessoal - as duas últimas se juntando para revelar quem tem Inteligência Emocional, ou seja quem conjuga a capacidade de compreender
a si mesmo, suas demandas, sentimentos e motivações, com a capacidade de compreender as inteções, motivações e desejos dos outros.
A Inteligência Emocional capacita o indivíduo a identificar e gerenciar emoções, muitas vezes não evidentes.
Da mesma forma que procuramos um professor de música para que possamos ampliar nossa inteligência musical, podemos ampliar nossa capacidade de gerenciar emoções, através de um profissional capacitado.


Terapia Holística

Na terapia holística, percebemos o indivíduo como tal, e não dividido em partes, buscando tratá-lo como uma ser, e não apenas seus sintomas.
O sintoma é o grito da alma que precisa ser ouvido, e não silenciado.
Estamos em uníssono com o nosso redor num ecossistema, num contexto biopsicossocialespiritual,
onde precisamos nos relacionar com nosso entorno, com nosso interior, com nosso corpo e o que mais vier. Se essas dimensões não estiverem presentes no ato terapêutico, o encontro verdadeiro não ocorrerá, a consciência não se ampliará, e a possibilidade da totalidade estará perdida.
O homem é si mesmo e suas circunstâncias, diz Ortega y Gasset.
Mas nós somos mais, pois contemos o Divino.


Xamanismo

A medicina atual está perdendo seu significado.
Desde que médico e paciente foram secundarizados em prol de exames, o equívoco consagrou-se.
Um retorno, juntamente com um avanço, buscando uma integração entre tecnologia e um aprofundamento
no contato humano torna-se necessário.
Xamanismo é um legado à humanidade. É uma palavra criada por antropólogos que revela uma maneira ampla
e profunda de lidar com o ser humano.
Essa forma de conhecer, ou reconhecer a Natureza Humana, é uma forma de integração ou reintegração entre parte psíquica e física do indivíduo.
Iniciar-se nesses estudos significa uma reaproximação com a verdadeira natureza do homem.


Terapia Breve

A psicoterapia breve é uma questão bem atual.
É uma das grandes saídas em um tempo onde as pessoas não têm tempo.
Se a psicoterapia que requer um tempo maior juntamente com uma profundidade necessária, traz resultados benéficos a quem a procura, a psicoterapia breve, por ser focal, também responde bem à questões pontuais.
Temos um sistema aberto, onde várias possibilidades de abordagem convivem em harmonia visando trazer
um melhor bem ao indivíduo.
Se num nível transferencial, onde o inconsciente é o ponto de referência e objeto da psicologia profunda,
o consciente e a totalidade cognitiva emocional não podem perder também sua importância.
"Estamos considerando uma forma de psicoterapia breve, na qual a pessoa, como um todo, é o centro de convergência de toda a ação psicoterapêutica, onde a pessoa é convidada a ampliar sua percepção ao infinito, vendo as coisas exatamente como são, e descobrindo suas possibilidades e, nestas, se vendo possível e realizado
na vida"
, diz Jorge Ponciano Ribeiro em seu livro Gestalt-Terapia de Curta Duração.


Gestalt

"Eu sou eu, você é você.
Eu faço as minhas coisas e você faz as suas coisas.
Eu sou eu, você é você.
Não estou neste mundo para viver de acordo com as suas expectativas.
E nem você o está para viver de acordo com s minhas.
Eu sou eu, você é você.
Se por acaso nos encontrarmos, é lindo. Se não, não há o que fazer."

Fritz Perls, 1969.
Essa é a oração da Gestalt que resume sua filosofia.


Florais de Bach

Florais de Bach são compostos energéticos criados pelo Dr. Edward Bach, inicialmente médico especialista em bacteriologia, imunologia e saúde pública que abandonou tudo em favor de uma pesquisa na área da Natureza.
Sua filosofia mostra que a gênese das doenças orgânicas está relacionada com os estados de desequilíbrio da alma.
Seus princípios ativos são eletromagnéticos, e não químicos, atuando de maneira sutil mas eficaz em nosso campo emocional, devolvendo-nos assim o equilíbrio perdido, restaurando nossas forças e nosso potencial negligenciado e, consequentemente, nos devolvendo a saúde.


Psiconeuroendocrinoimunologia

Quando fiz esse curso, quem o ministrava já nos alertava que o nome não caberia no cartão.
É verdade. Mas deveria caber na nossa forma de avaliar nossos sintomas.
Saber qual a origem da doença; sistema endócrino, neural, sistema digestório, psicológico; e a partir daí, estabecer uma comunicação entre os órgãos afetados, a psiquê, o emocional, para obter nesse processo, uma avaliação mais inteira de nós mesmos.
A Organização Mundial de Saúde define saúde, não como ausência de doença, mas como
o Bem Estar Bio-Psico-Social-Espiritual do indivíduo.
Estar doente então, não é ser portador de uma doença, mas não saber reagir a ela de forma saudável.



Contato: (11) 4226-4242 ou (11) 99601-5555 - email: miriamsalete7@gmail.com